Home / - / A onda retrô que afoga a saudade

A onda retrô que afoga a saudade

Entre as definições da palavra nostalgia está a saudade de alguma coisa, de uma circunstância já passada ou de uma condição que (uma pessoa) deixou de possuir.

O termo NOSTÁLGICO nunca esteve tão presente, acho que na verdade muita gente grande do mercado aproveita a onda retrô com o chamado “Retromarketing“, termo usado para o relançamento de produtos que marcaram uma época.

Mas qual seria o real valor sentimental de um produto relançado? Vejo eu que pensando em sentimento material, não há como comparar um produto com aparência de velho, mas com cheiro de novo e nota fiscal recém tirada com um realmente antigo. A ideia é parar e refletir a história daquilo que está em suas mãos.

A galera do vinil que diga ou até mesmo do VHS, grupo do qual faço parte. É ter a oportunidade de ter algo que desejou na infância e por N motivos não teve. O produto que hoje precisa ser cuidado para não mofar, as fitas rebobinadas, cuidar da sua degradação … tudo isso vale a pena. É a graça do negócio!

Um dia desses me deparei com uma chamada na internet “Atari com 101 jogos na memória por apenas R$499”. Fui fã de games quando criança e entrei para ver. Produto relançado?! A magia do produto estava em soprar os cartuchos que não funcionavam e mudar a chavinha seletora.

 

É como ouvir uma música digitalizada, mas com o som da agulha de vitrola. Há graça? Se querem ter algo que remete à infância é preciso pesquisar, garimpar, viajar para encontrar e fazer contatos. Eu prometo cara, vale muito mais a pena.

Já dizia Mario Quintana, “O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente…”

Sobre Clube dos Caras

Clube dos Caras

Veja Também

O FRIO CHEGOU, O QUE USAREMOS? O QUE FAREMOS?

O FRIO CHEGOU, O QUE USAREMOS? O QUE FAREMOS? Hoje vamos de dicas pra galera …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *