Home / - / Sapato Masculino – 5 palavras básicas para você nunca errar
modelo Oxford, sem trabalho de brogue

Sapato Masculino – 5 palavras básicas para você nunca errar

Se você chega na loja de sapato e nem consegue decidir se um modelo é bonito ou feio, não se preocupe. Com 5 palavras básicas eu te mostro como não errar nunca mais na escolha do sapato certo.

Todo mundo sabe da paixão feminina por sapatos. Talvez por isso mesmo, como uma espécie de contraponto meio torto, vejo muito homem bater no peito e dizer que só tem um par deles. Os mais ousados confessam, meio envergonhados, que tem dois: um preto e outro marrom.

Mas cá entre nós, cara, um look masculino elegante começa sempre com um sapato adequado.

E é muito fácil entender esse mundo dos calçados masculinos. Com apenas 5 palavrinhas você entende o básico e já vai ter repertório para fazer bonito em qualquer rodinha de amigos.

Os modelos de sapatos masculinos seguem um código muito conservador, por isso vale a pena você investir em um sapato clássico de ótima qualidade que pode durar muitos e muitos anos.  Garanto para você que ele não vai sair  de moda.

O modelo mais formal é o Oxford.

Surgiu por volta de 1640 e ficou com este nome porque os alunos da universidade de Oxford passaram a usar o modelo. Não precisa ser muito bom em matemática para ver que o Oxford existe há quase quatro séculos. O que diferencia um modelo Oxford é que o cadarço é colocado no próprio corpo sapato.

Depois do Oxford, você precisa conhecer o Derby.

O da esquerda é um Derby (veja a aba por onde passa o cadarço) e o da direita é um Oxford. Os dois possuem o trabalho de brogue.

 

O Derby é um modelo menos formal que o Oxford. O que diferencia um do outro é o detalhe de onde passa o cadarço. No Derby, passa nas abas costuradas no corpo do sapato.

O Derby é também uma criação muito mais recente que Oxford. Como modelo de sapato urbano, surgiu na Inglaterra no início do século XX. Só cento e poucos anos….

O terceiro nome que você precisa saber é Brogue.

Brogue não é exatamente um modelo de sapato. É o nome dado aqueles furinhos que fazem os desenhos e a ornamentação dos sapatos masculinos.

A origem deste furos está entre os agricultores da Irlanda e da Escócia que usavam os furos, não como enfeite, mas com a finalidade de secar mais rápido os sapatos. Eram sapatos de trabalho pesado, em lugares encharcados.

Pronto, cara. Agora você já tem as 5 palavrinhas mágicas, mais que suficientes, para começar a entender os pisantes masculinos: preto, marrom, oxford, derby, brogue.

Fique à vontade para fazer com elas a combinação que você quiser. Assim você não vai errar nunca.   

Sobre Clube dos Caras

Clube dos Caras

Veja Também

BAÚ DE MEMÓRIAS

Acho que, assim como aconteceu comigo, deve ter acontecido  com muitos fotógrafos, profissionais ou amadores, …

O FRIO CHEGOU, O QUE USAREMOS? O QUE FAREMOS?

O FRIO CHEGOU, O QUE USAREMOS? O QUE FAREMOS? Hoje vamos de dicas pra galera …

PORQUE OS GAMERS SE ODEIAM TANTO?

PORQUE OS GAMERS SE ODEIAM TANTO? Todos os dias me pergunto como algo que foi …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *