Home / - / Zumbis, eles existem e são reais!

Zumbis, eles existem e são reais!

Não é de hoje que os zumbis mexem com o imaginário de muita gente. Há quem diga que são reais e outros que não passam de ficção. Eles nos intrigam!

Para quem não sabe essa cultura POP começou no ano de 1968 com o diretor de filmes, George A. Romero. O longa que apresentou mortos vivos em decomposição (“ressuscitados” pela radiação) em busca de carne humana como alimento é o clássico e aclamado “A Noite dos Mortos Vivos” (The Night of the Living Dead), que por incrível que pareça, foi lançado com classificação livre, ou seja, sem idade para acompanhar toda aquela carnificina transformada em obra de arte.

De lá para cá muita coisa espetacular foi lançada, principalmente em home vídeo. Colecionadores de todo o país disputam verdadeiros tesouros esquecidos e largados no tempo e eu por sorte e muita batalha possuo alguns belos exemplares de zumbis em VHS.

Essa temática voltou com força total através da popularização do tema com o seriado “The Walking Dead”, de 2010. Mesmo com queda na audiência, uma das potências da FOX iniciou a sua oitava temporada.

Vale lembrar também que no início do século passado, o cinema já se falava de zumbis, mas eles eram na verdade, aparições em rituais voodoo.  Quem conhece o “Zumbi Branco” (White Zombie), de 1932?  Conta com o espetacular Bella Lugosi, interpretando o papel de um feiticeiro no Haiti.

Mas vamos focar no título do texto e deixar um pouco a ficção enterrada, ou melhor, de lado.

Zumbis. Eles existem?

O haitiano Clairvius Narcisse morreu oficialmente em maio de 1962 , após ter sofrido com febres, dores em todo o corpo e dificuldade de respirar. Faleceu no hospital e dois médicos americanos decretaram sua morte. No dia seguinte, Narcisse foi enterrado!

Em 1980, ou seja, após 18 anos, sua irmã estava num mercado e percebeu um homem a encarando. Esse homem era seu irmão, o falecido. Ao conversarem, Clairvius Narcisse disse que acordou num caixão após um feiticeiro voodoo ter o ressuscitado e enfeitiçado para trabalhar como escravo, sem poder voltar para casa.

Um professor americano universitário ficou sabendo dessa história e viajou até o Haiti. Wade Davis através de alguns contatos, chegou até Max Beauvoir, o “Papa do Voodoo” que explicou sobre um pó que era realizado em feitiços.

O professor Davis, especialista em plantas, descobriu seus componentes (crânio de bebê falecido, lagartos azuis e sapos envolto em verme de mar seco mortos, erva pruriginosa e veneno de baiacu).

O pó “mágico” foi enviado aos Estados Unidos e revelado que aplicado em ratos, tornava-os desligados por 6 horas após utilização e com baixo sinal vital.


O professor deduziu então que uma planta havia sido aplicada no corpo de Narcisse uma semana após o seu enterro. É a “Datura Stramonium”, que deixa o corpo em estado letárgico por 18 anos! Praticamento o tempo o qual o “Zumbi Haitiano” trabalhou cortando cana.

Devido ao grande número de relatos, a Lei de prevenção de crimes voodoo foi criada no Haiti em 2011.

E aí, está preparado para enfrentar ou correr de um ataque zumbi?

Sobre Clube dos Caras

Clube dos Caras

Veja Também

O FRIO CHEGOU, O QUE USAREMOS? O QUE FAREMOS?

O FRIO CHEGOU, O QUE USAREMOS? O QUE FAREMOS? Hoje vamos de dicas pra galera …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *