Home / - / 5 BELAS CACHOEIRAS a 200 KM de São Paulo!

5 BELAS CACHOEIRAS a 200 KM de São Paulo!

Xuáááá!!!

Foto: GoPro5 Cachoeira Véu de Noiva

Seja qual for a estação do ano, um passeio na cachoeira sempre é bom para apreciar e sentir na alma a natureza. Na coluna de hoje, te faço um convite; Que tal curtir as belas cachoeiras da cidade  de Botucatu, que estão bem pertinho, aproximadamente a 200 quilômetros da capital paulista. E dizem, algumas superstições, que tomar um banho de mar ou cachoeira revigora as boas energias. Afinal, nós do interior, não temos mares, mas não faltam rios e cachoeiras como opção para os banhistas enfrentar esse calor e estreitar os laços com a mãe natureza.

Botucatu, conhecida como a cidade do bons ares se transformou na terra da aventura. Poucos sabem, mas este slogan caiu como uma luva para uma região que tem uma geografia que se assemelha as regiões da Espanha, e ainda possui, mais de 60 cachoeiras, para agradar a todos os gostos e idades.

Se você curte natureza, vislumbrar paisagens lindas e muita aventura, a dica é ir passar o final de semana em Botucatu ou até mesmo fazer um bate-volta. Se for de carro, vai gastar apenas duas horas  de viagem de São Paulo, Jundiai, Sorocaba, Campinas e outras cidades ao redor.  Para quem curte adrenalina, praticar esportes radicais, como o rapel em cachoeiras, trekking, canoagem ou voos de paraglyder na Cuesta também são algumas das opções deste roteiro. Botucatu sem dúvidas é a Terra da Aventura no Centro Oeste Paulista.

Trilhas e mais de 60 cachoeiras 

São mais de 60 cachoeiras, mas o importante, é se informar antes sobre o nível de dificuldade das trilhas para se chegar até a cachoeira escolhida, principalmente, quando estiver com crianças ou idosos. As trilhas podem ser feitas a pé, de bike, moto ou até veículos 4×4 (que podem ser locados em agências da cidade).

A maior parte dessas belezas naturais ficam na “Cuesta”. Se você já conheceu as áreas de relevo da Espanha e quando for à Botucatu tiver um “dijavou”, não se assuste. Isso tem uma explicação. A área ganhou o nome de “Cuesta” pela grande quantidade de serras e relevos que possuem a geografia com as mesmas características que se encontram nas regiões espanholas, o que justifica o nome em outro idioma.Você também pode ser surpreendido por algum morador quando falar que chegou na cidade pela “serra”, ele pode te corrigir e dizer; Não é serra é CUESTA! (Risos)

Cachoeira Véu de Noiva 

 

 

 

 

Há pouco mais de 11 quilômetros do Centro, a Cachoeira Véu de Noiva, formada pelo Rio Pardo, têm queda, de aproximadamente, seis metros. Essa é ideal para ir com toda a família, crianças, idosos, não tem faixa etária, pois possui maior infraestrutura no local, tem área de lazer, estacionamento, tobogã aquático, quiosques, churrasqueiras, lanchonete e banheiros públicos. E a trilha é extremamente tranquila, sem nenhum nível de dificuldade.

Cachoeira da Pavuna

Com entrada pela rodovia Marechal Rondon, na altura do quilômetro 256, está situada a Fazenda da Pavuna, onde existem quatro cachoeiras distintas com quedas que variam entre 20 metros até 80 metros, todas possuem lagos para os banhistas. O passeio no local deve ser previamente agendado e as trilhas são em meio à mata nativa, o nível de dificuldade varia entre médio e difícil, algumas dá até para praticar trekking. É necessário que tenha já uma certa familiaridade com trilhas e o ideal é que contrate um guia em uma das agências locais.

 

 

Cachoeira da Marta 
Outra cachoeira que tem a Marechal Rondon como acesso é a da Marta, com entrada pelo km 243, 8, localizado no Bairro Recanto da Amizade localizada a 8 quilômetros da cidade, com uma queda de 38m e piscina para banho. O local abriga o vale do rio Roseira e além da riqueza vegetal, a região conta com fauna diversificada, com elementos significativos, alguns já em risco de extinção como lobo guará, onça pintada, tamanduá, entre outros. A Trilha da Marta tem percurso de curto comprimento (246m), em área relativamente íngreme, equipada em toda sua extensão com escada de madeira de eucalipto tratado, num total de 125 degraus. Essa cachoeira é maravilhosa, mas a trilha é de difícil acesso.

 

 

Cachoeira da Canela 
Também com acesso pela rodovia Marechal Rondon (SP-300) tem as cachoeiras da Fazenda Canela, não estão entre as mais conhecidas, mas está na lista das mais bonitas quedas d´agua. São 3 cachoeiras, duas delas com 20 metros de queda e outra com 75 metros de altura, todas com lagos e próprias para os banhistas. O acesso é feito por uma trilha em mata fechada, com nível máximo de dificuldade. Portanto, para encarar essa trilha é necessário monitoramento de guias que podem ser contratados em umas agências de ecoturismo do município.

 

Cachoeira da Indiana

A cachoeira da Indiana, fica no bairro rural Demétria, com acesso pela Rodovia Gastão Dall Farra km 04, com várias formações geológicas, conta com cachoeiras como a Skin e Pata Choca que são pequenas, mas com um visual exuberante. A trilha é de fácil acesso e dá para levar crianças e idosos. Mas esse bairro merece um post inteirinho só pra falar só dele, em breve, contamos mais desse lugarzinho chamado Demétria, um paraíso escondido, mais que especial, para quem gosta de aliar natureza com filosofia de vida.

 

Link com todos pontos turísticos de Botucatu: http://twixar.me/wtJK

Mais informações você pode encontrar na seção TURISMO do site da Prefeitura Municipal de Botucatu-SP (www.botucatu.sp.gov.br) ou pelo telefone (14) 3811-1492

Sobre Clube dos Caras

Clube dos Caras

Veja Também

O que te faz falta?

Acho que se  alguém te perguntar “o que te faz falta?”, sua resposta poderia ser …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *