Home / Lazer / Vinho sem frescura!

Vinho sem frescura!

Quando fui convidado a escrever para o blog, sobre uma das minhas maiores paixões , fiquei muito entusiasmado e com algum receio, pois sou perfeccionista e o tema vinho, nos dias de hoje é super atual e desperta muito interesse e muitas vezes imprecisão nas informações.

Minha imersão nesse mundo fantástico começou quando me mudei para Londres, no ano de 2005 e lá tive a oportunidade de trabalhar gerenciando duas casas noturnas , fugindo completamente da minha formação à época , mas que me deu uma oportunidade de auto conhecimento e de novos aprendizados que foram muito importantes na formação do meu caráter e despertou a busca pelo trabalho com mais prazer e não só como meio de subsistência. Ali fiz meus primeiros cursos de barman, bartender, barista e básico de vinhos e destilados, pois acho importante para quem se coloca na posição de comando, ter um maior conhecimento de campo , para ter tranquilidade e auxiliar outros na busca do resultado de trabalho em equipe. Hoje sou empresário atuando no ramo de vinhos, sommelier dentre outras atribuições técnicas de diversos cursos da área já concluídos.

O primeiro assunto que gostaria de trazer nessa coluna, seria fazer uma  desmistificação acerca do mundo do vinho. Muitas pessoas estão deixando de consumir por achar que não entende do assunto ou que é coisa de gente fina e elitista. Infelizmente, devido aos impostos que correspondem a praticamente 50% do preço final do produto, as pessoas criam essa impressão a qual me referi anteriormente. Há também, uma exagerada goumertização do consumo, uma valorização (também exagerada) do conhecimento acerca do assunto, praticamente obrigando as pessoas a consumirem em determinados momentos, taças específicas, temperatura de serviço do vinho, aeração e outras particularidades que fazem parte do meio, mas não deveria ser via de regra para o consumo descontraído e habitual como se faz na Europa e em outros países do mundo. Tá na praia , quer tomar um vinho? por favor tome, existem muitas opções para essa ocasião. Tá em casa , esqueceu de colocar o vinho na adega? Sem problemas, deixe 30 minutos no freezer que ele estará bem próximo da temperatura adequada;  ou ainda outro caso clássico – Não entendo nada de vinho e vou fazer um jantar bacana com um prato específico e não quero fazer uma combinação que pareça chocolate com bolacha de água e sal, o que faço? Simples, a tecnologia hoje nos presenteou com o pai dos burros moderno chamado Google e colocando o nome do prato ou seu principal ingrediente com a palavra harmonização em seguida, voilá….dificilmente você irá errar.

Com o passar do tempo, percebo que quando as pessoas iniciam dessa forma descontraída e sem muita exigência acerca dos vinhos, o interesse cresce e naturalmente o indivíduo procura maiores informações sobre uvas e países em busca de conhecimento para entender seu próprio paladar e gosto pessoal . Após essa fase , depois de muitos erros e acertos, que ocorrem naturalmente ao longo do conhecimento, vamos criando certa litragem e curiosidade para provarmos novas uvas, países e métodos de fabricação diferentes.

Em uma próxima oportunidade pretendo falar aqui sobre dicas , presentes de fim de ano e futuramente sobre a história do vinho, suas propriedades, sua relevância na religião, e porque não sua importância na história da civilização moderna, muitas vezes exercendo protagonismo na disputa comercial e territorial entre grandes nações da antiguidade.

A princípio, permita-se experimentar , foque no seu prazer pessoal, preste atenção nos aromas, busque na memoria sensações olfativas e de paladar, que somente assim você irá se apaixonar, por essa que é uma das maiores paixões da história da humanidade.

Dúvidas, sugestões, indicações ou qualquer informação importante, me escrevam, pois terei o maior prazer em ajudá-los. Meu nome é Guilherme Siqueira e você me encontra no instagram (@guilhermesiqueira44),

Saúde e bons vinhos

Sobre Guilherme Siqueira

Guilherme Siqueira
Comerciante desde o berço, com formação jurídica, aficionado por basquete desde a infância e por vinhos desde a maioridade. Iniciou no mundo dos vinhos em cursos homologados pela ABS e ISG, é Certificado pelo Consejo Regulador dos Vinhos de Jerez , e graduado no nível 2 e estudante do nível 3 da WSET (Wine & Spirits Education Trust). Empresário, atualmente trabalha na parte comercial da Berkmann Wine Cellars Brasil, e é sócio em duas distribuidoras de vinhos nos estados de SP e Paraná.

Veja Também

A Boa e Velha Cachaça Mineira

Não sou um profundo conhecedor de bebidas alcoolicas, nem mesmo um consumidor assíduo das mesmas. …

5 BELAS CACHOEIRAS a 200 KM de São Paulo!

Xuáááá!!! Seja qual for a estação do ano, um passeio na cachoeira sempre é bom …

Praia, Sol e algo bem gelado.

Nada como fazer algo pela primeira vez. Claro que já fui a praia, mas sempre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *