--

Com a faca e o prato na mão.

Depois de muita especulação e pedidos, Caetano Veloso apresentou sua live, de sua casa, muito bem acompanhado de seus filhos, apresentando um repertório especial, como sempre, inclusive com uma música inédita.

Caetano havia sido questionado por Paula Lavigne, em vídeo divulgado anteriormente, sobre como e quando seria sua live. Vídeo que se alastrou pelas redes sociais, mostrando um Caetano calmo, sereno, um tanto quanto abstrato, desconversando sobre o assunto.

Toda essa atmosfera acabou perdendo foco logo após a live, pois, a maior repercussão ocorreu por causa de uma gafe publicada pela revista Rolling Stone, uma das maiores em cobertura musical.

A revista descreveu como “Inusitado e Cômico” o fato de terem sido usados faca e prato como instrumentos musicais durante a apresentação, dizendo que se tratava de falta dos mesmos para a apresentação, questionando a qualidade da produção.

A faca e o prato são instrumentos que ajudaram a criar o samba!

Estes utensílios de origem europeia, começaram a ser usados nas rodas de samba na Bahia e posteriormente, em festas populares e em reuniões de sambistas na região portuária e subúrbios do Rio de Janeiro. Pratos e pandeiros compunham o cenário musical na casa das “Tias Baianas”.

Enfim. Infelizmente, parte de nossa cultura se perde quando publicações como essa ocorrem em veículo tão importante. Vale ressaltar que a revista excluiu a publicação e pediu desculpas, depois de um escrache e uma aula de Caetano Veloso.

Os conteúdos dos artigos publicados são de inteira responsabilidade do(s) autor(es), não refletindo, necessariamente, a opinião do corpo ou do conselho editorial do blog.
Juliano Oliveira

Juliano Oliveira

Cantor, empresário e produtor, Juliano Oliveira é vocalista da Banda Vitrola.

Filho de um dos grandes músicos da cidade, Neguinho, Juliano estudou canto na Universidade Tom Jobim em São Paulo e participa ativamente da cena cultural da cidade, promovendo eventos e integrando os artistas da região.

Respira música desde 1993, sua primeira apresentação profissional e, desde então, transformou seu dom em profissão.

Comentar

Clique para comentar